Falta de recursos para TSE realizar eleições “põe em risco” jogo democrático, avalia Caio Narcio
Falta de recursos para TSE realizar eleições “põe em risco” jogo democrático, avalia Caio Narcio

Nem mesmo as eleições municipais deste ano estão imunes ao descontrole fiscal do governo de Dilma Rousseff. Segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, publicada nesta terça-feira (10), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não tem recursos suficientes para o pleito de outubro. O órgão teve cortado 35% do seu orçamento de R$ 750 milhões para o ano, o que representa uma queda de R$ 256,6 milhões.

Para o deputado federal Caio Narcio (PSDB-MG), a incerteza sobre a realização das eleições afeta a democracia no Brasil.

“Quando você tira do TSE as condições mínimas para poder se organizar para um processo eleitoral, você está atingindo diretamente a democracia de um país, o que põe em risco todo o jogo democrático que está sendo feito. Isso mostra descompromisso, despreparo, e também que não tem nenhuma área do governo que ficou salva dentro dessa desorganização”, avaliou o tucano.

A colunista também destaca que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que assumirá a presidência do TSE na quinta-feira (12), já afirmou que a situação é grave e deve ser resolvida “com urgência”, caso contrário as eleições estarão ameaçadas. Na avaliação de Caio Narcio, será necessário cortar recursos de outros setores para que o processo eleitoral seja cumprido normalmente.

“Não se pode deixar um país sem ter eleição. Quando a gente fala em recursos, eles são limitados e finitos, para atender um lado você tem que descobrir outro. Então algum setor, sem dúvida nenhuma, vai ser prejudicado”, analisou o parlamentar.

PSDB

Comente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here