Eduardo Marchão/cidadeverde.com
Eduardo Marchão/cidadeverde.com

Estiveram reunidos, neste sábado (13), os militantes do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) para definir as estratégias políticas para as eleições municipais deste ano. A expectativa é que fosse, também, escolhido o nome que irá disputar a prefeitura de Teresina pelo partido.
A decisão, no entanto, foi adiada porque a legenda enfrenta uma disputa interna com três pré-candidatos a prefeito: o ex-deputado federal Jesus Rodrigues, o professor do IFPI, Éverton Diego, e a professora da UFPI, Natacha Karenina.

O presidente do diretório estadual do PSOL, o advogado Maklandel Aquino, afirma que a sigla está em uma situação privilegiada, pois tem três bons nomes para disputar a prefeitura da capital, divulgar as propostas e os projetos do partido e dialogar com a população.

“Nosso objetivo era chegar a um consenso o quanto antes, no entanto, o partido está divido podemos ter uma decisão somente nas convenções partidárias em julho”, comenta Maklandel.

O ex-deputado Jesus Rodrigues comentou que a decisão tomada até então é a de que o partido irá ter candidatura própria para prefeitura e reforçou a importância da definição deve ser feita o quanto antes. “Estamos tentando construir uma forma de se chegar a um acordo”, afirma.

Participaram, também, da reunião o pré-candidato a prefeito pelo PSOL, Éverton Diego e outros filiados e militantes da sigla. A pré-candidata Natacha Karenina não compareceu ao evento.

Para Éverton Diego a prioridade para o partido, no momento, não é definir o nome do candidato, mas discutir sobre aquilo que o partido defende. “O mais importante, para nós, é manter o partido coeso, definir as bandeiras e traçar as estratégias para que o candidato possa defendê-las durante a campanha”, explica.

Fonte:

[email protected]

Comente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here