Prefeito discute com os titulares de cada pasta possíveis nomes para a substituição. Três secretarias terão mudanças

Foto: A Rede
Foto: A Rede

O prefeito Marcelo Rangel (PPS) deve definir nos próximos dias os nomes dos novos secretários municipais. Com a proximidade das eleições e os prazos previstos na legislação eleitoral vigente, três pastas importantes do Governo Municipal deverão sofrer baixas ainda em março, além de outras mudanças no segundo escalação. Como saídas confirmadas, a a expectativa gira em torno dos substitutos em cada uma das secretarias.

Uma das baixas confirmadas é a do secretário de Meio Ambiente, Paulo Cenoura. O vereador licenciado vai se desligar até o final de março e já encaminhou dois nomes como possíveis substitutos ao cargo: um deles é o da diretora da pasta, Patrícia Hilgemberg. O outro possível substituto é um empresário membro do PSC, partido de Cenoura, e que terá a pretensão avaliada por Rangel. “Eu vou apresentar os nomes, mas quem decide é o prefeito”, comentou Cenoura.

Outra mudança certa acontecerá na secretaria de Assistência Social. Comandada pelo vereador licenciado Júlio Küller, a pasta deverá ter um novo comandante também em março – Küller já adiantou que se desligará do cargo para retornar ao Legislativo Municipal e para concorrer as próximas eleições. O secretário, recentemente filiado ao PMB, disse que ainda não sugeriu qualquer nome para a sucessão e que a decisão final também fica a cargo de Marcelo Rangel.

A Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT) também sofrerá mudanças com na presidência. Atualmente comandada pelo tucano Eduardo Kalinoski, a pasta contará com um novo presidente – Kalinoski deve se desligar do comando da AMTT para disputar a eleição e outubro. Em 2012, Eduardo teve uma votação expressiva para o cargo de vereador e em 2016 o PSDB deverá barganhar o cargo de vice na chapa de reeleição de Rangel. Um dos nomes cotados para substituir Kalinoski é o de Luciano do Vale, atual diretor da AMTT.

O secretário de Governo, Marcus Vinícius Freitas, informou que o prefeito está tratando pessoalmente das substituições – a decisão será tomada por Rangel e pelos titulares de cada pasta. Além da AMTT e das pastas de Meio Ambiente e Assistência Social, outras secretarias podem ter mudanças – os secretários que desejam disputar a eleição para o cargo de governo deverão se desligar até o dia 1 de abril.
Beto Richa empossa novos secretários
O governador Beto Richa deu posse nesta segunda-feira (21) aos novos secretários de Estado da Casa Civil, deputado federal Valdir Rossoni; da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, deputado estadual Artagão de Mattos Leão Junior; e da Administração e da Previdência, Reinhold Stephanes. A solenidade lotou o Salão de Atos do Palácio Iguaçu, em Curitiba. Richa pediu aos novos secretários agilidade na execução das políticas públicas, aproximação com os demais poderes e transparência nos atos do governo. “O sucesso da nossa administração passa obrigatoriamente pelo bom desempenho de cada um dos secretários”, disse o governador.

Comente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here