Impeachment vai prejudicar aliados de Dilma nas eleições
Impeachment vai prejudicar aliados de Dilma nas eleições

Senadores do PT se dizem pressionados por prefeitos do partido, às vésperas da eleição, a serem comedidos na apresentação de recursos contra o Impeachment de Dilma, atrasando o andamento do processo no Senado. A ideia é “virar a página” antes do início da campanha. A Pesquisa nacional do Instituto Paraná, em abril, mostrou que 62,2% dos eleitores não votarão em candidato pró-Dilma, no Impeachment. Na Paraíba os aliados de Dilma mantém candidaturas próprias nas principais cidades do Estado.

O impeachment preocupa especialmente o PT/SP. O prefeito Fernando Haddad, por exemplo, teme perder aliados como o PR de Tiririca. O PT está preocupado com o estrago que o impeachment e a crise moral causam nas prefeituras. Mais de 70 prefeitos eleitos pelo PT em 2012 não estão mais no partido; redução de 12% dos 619 eleitos.

Partidos próximos ao antigo governo federal tentam se afastar da imagem tóxica de Dilma e do PT pois querem “ocupar o vácuo”, afirma o portal Diário do Poder na coluna do jornalista Cláudio Humberto deste domingo (15). Apesar do empenho de partidos como o PR, PP, PTB e até Rede e PCdoB, descolando-se do PT, a vinculação a Dilma os prejudicaria destaca o portal na baseado na pesquisa nacional do Instituto Paraná, em abril, onde mostra que 62,2% dos eleitores não votarão em candidato pró-Dilma, no Impeachment.

PB Agora

Comente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here