Eleições de 2018 vão ser as primeiras 100% biométricas na Paraíba

As eleições de 2018 vão ser as primeiras com 100% do eleitorado paraibano votando em urnas biométricas. O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) publicou uma resolução nesta semana regulamentando o recadastramento biométrico em 102 municípios do Estado. O processo vai começar oficialmente no dia 6 de março e segue até o mesmo mês de 2018. A expectativa é que um milhão de eleitores sejam atendidos.

De acordo com o TRE-PB, 64,1% dos 2,8 milhões de eleitores paraibanos já são biometricamente cadastrados. Esse montante tem domicílio eleitoral em 121 municípios, de 41 zonas eleitorais da Paraíba. Ao final desta última etapa, todo o Estado vai ter passado pela revisão eleitoral.

O coordenador de eleições do TRE-PB, Fábio Falcão de França, afirmou que essa nova fase vai compreender 36 zonas eleitorais. Como a maioria dos municípios têm poucos eleitores, o órgão elaborou um plano de ação com uma previsão de término do recadastramento em 19 de dezembro de 2017, por mais que o prazo legal se estenda até março de 2018.

Antes mesmo do começo oficial, muitos eleitores das cidades alvo já passaram pelo recadastramento biométrico. O secretário de Tecnologia da Informações do TRE-PB, George Bezerra, explicou que os kits biométricos estão nos cartórios eleitorais desde o final do pleito municipal de 2016. Com isso, as pessoas que foram até os cartórios para resolver problemas como transferência de título ou pagamento de multas, já se submeteram ao processo. Até a semana passada, 16 mil eleitores já tinham feito isso.

George explicou que a ação de recadastramento vai ser focada nos cartórios das cidades que são sedes das zonas eleitorais. No entanto, em algumas datas, que serão divulgadas posteriormente, a Justiça Eleitoral leverá postos avançados para outros municípios.

O secretário ainda fez um alerta para que os eleitores não usem o veho costume deixar tudo para última hora e, assim, evitem correr riscos, já que aqueles que não conseguirem se recadastrar terão os títulos cancelados.

Confira as cidades onde o recadastramento vai acontecer

Água Branca, Alagoa Grande, Alagoinha, Alhandra, Arara, Araruna, Areia, Aroeiras, Baía Da Traição, Baraúna, Barra De Santa Rosa, Belém, Belém Do Brejo Do Cruz, Bernardino Batista, Bom Jesus, Bom Sucesso, Bonito De Santa Fé, Brejo Do Cruz, Brejo Dos Santos, Caaporã, Cachoeira Dos Índios, Cacimba De Dentro, Cajazeiras, Caldas Brandão, Carrapateira, Casserengue, Catolé do Rocha, Conceição, Condado, Conde, Coremas, Cruz Do Espírito Santo, Cuité, Damião, Duas Estradas, Fagundes, Frei Martinho, Gado Bravo, Gurinhém, Ibiara, Ingá, Itabaiana, Itatuba, Jericó, Joca Claudino, Juarez Távora, Juripiranga, Juru, Malta, Manaíra, Marcação, Mari, Mato Grosso, Mogeiro, Monte Horebe, Mulungu, Natuba, Nova Floresta, Nova Palmeira, Ouro Velho, Pedra Lavrada, Picuí, Pilar, Pirpirituba, Pitimbu, Pocinhos, Poço Dantas, Poço De José De Moura, Prata, Princesa Isabel, Puxinanã, Queimadas, Riachão, Riachão Do Bacamarte, Riachão Do Poço, Riacho Dos Cavalos, Rio Tinto, Salgado De São Félix, Santa Cecília, Santa Helena, Santa Inês, Santana De Mangueira, São Bento, São João Do Rio Do Peixe, São José De Piranhas, São José De Princesa, São José Do Brejo Do Cruz, São José Dos Ramos, São Miguel De Taipu, Sapé, Serra Redonda, Serraria, Sertãozinho, Sobrado, Solânea, Sossêgo, Tacima, Tavares, Triunfo, Uiraúna, Umbuzeiro e Vista Serrana.
Fonte: Jhonathan Oliveira
Jornal da Paraíba

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *