quarta-feira, setembro 19, 2018

Expedito Junior ouve demandas de empresários

0

Uma série de demandas de empresários rondonienses foi entregue na tarde de terça-feira (29), ao candidato a governador Expedito Junior e ao candidato a senador Marcos Rogério, por lideranças da Federação do Comércio de Rondônia (Fecomércio), durante reunião realizada no auditório da entidade.

Na oportunidade Expedito assinou um documento no qual a federação apresenta propostas para melhorar a logística intermodal, cobra o alfandegamento do aeroporto internacional de Porto Velho, pede a rediscussão da lei de incentivos fiscais, no sentido de que as empresas que venham se instalar em Rondônia informem quantos postos de trabalho serão criados.

O documento também pede uma articulação política em prol da união das bancadas parlamentares do Mato Grosso, Rondônia e Acre, para pressionar o governo federal duplicar a BR-364. Antes mesmo dessa reunião, o candidato Expedito Junior já vinha falando de sua disposição em liderar esse movimento pela duplicação da 364, incluindo na discussão também a bancada do Amazonas.

Aos empresários do setor produtivo, Expedito se comprometeu em adotar medidas urgentes para agilizar o licenciamento ambiental, que atualmente é emperrado e muito burocrático. “Sem desrespeitar a legislação, iremos agilizar a liberação de licenças ambientais. Tenho dito que é possível de ser emitida em até 30 dias e não em cem dias ou mais como é atualmente”, disse.

Expedito se dispôs a manter um canal de diálogo constante com os setores do comércio e indústria, na busca por soluções comuns para a melhor forma de fortalecer o desenvolvimento de Rondônia. Ao final do encontro o presidente da Fecomércio, Raniery Coelho entregou um projeto para fomento e desenvolvimento do turismo que o candidato ficou de analisar e se for o caso, incorporar ao seu plano de governo.

Juiz Odilon de Oliveira começa campanha rumo ao governo de Mato Grosso do Sul

juiz Odilon de Oliveira. Foto: PDT
juiz Odilon de Oliveira. Foto: PDT

O juiz Odilon de Oliveira inicia, de fato, sua campanha eleitoral rumo ao governo de Mato Grosso do Sul nesta quinta-feira (16) visitando nove municípios da região norte do estado até sábado. Neste período, ele se reunirá com lideranças políticas e dos movimentos sociais, participará de caminhadas e entrevistas em rádios.

A caminhada começa por São Gabriel do Oeste, onde o juiz Odilon, líder nas pesquisas de intenção de votos para o governo, concede entrevista em rádios e, logo depois, segue para uma caminhada com aliados políticos pelo comércio do município. Ainda pela manhã, o pedetista segue para Rio Verde de Mato Grosso, onde, além de atender a imprensa local, conversará com a população.

No final da tarde de quinta-feira o candidato chega a Coxim para conversar por meio de emissoras de rádio. À noite, Odilon participa de uma reunião ampliada ao lado de lideranças políticas e da sociedade civil dos municípios da região.

Na sexta-feira pela manhã é a vez de Alcinópolis receber a visita do juiz Odilon. Em seguida faz reunião em Figueirão e depois segue para Costa Rica, onde participa de caminhada no comércio e apresenta seu projeto à imprensa. A agenda termina com reunião ampliada em Chapadão do Sul.

No sábado, último dia de viagem, o pedetista conversa com moradores de Paraíso das Águas, e apresenta suas propostas na rádio local. No final da manhã, ele chega a Camapuã, para uma reunião com lideranças políticas e concede entrevista em rádio.

Confira a agenda do candidato:

REGIÃO NORTE
DIAS 16 A 18 DE AGOSTO

*QUINTA-FEIRA, 16*
*SÃO GABRIEL D’OESTE*
08h – Entrevista em Rádio
09h – Entrevista em Rádio
09h45 – Visita ao comércio

*RIO VERDE DE MT*
11h30 – Entrevista Rádio
13h30- Entrevista em Rádio
14h15 – Entrevista em Rádio
15h – Visita ao comércio

*COXIM*
16h45 – Entrevista em Rádio
19h30 – Reunião ampliada na Toca do Rato

*SEXTA-FEIRA, 17*
*COXIM*
8h – Entrevista em Rádio

*ALCINÓPOLIS*
10h – Reunião com lideranças
11h–Entrevista em Rádio

*FIGUEIRÃO*
13h – Reunião com lideranças

*COSTA RICA*
16h – Visita ao comércio
18 – Reunião com lideranças

*CHAPADÃO DO SUL*
19h30 – Reunião com lideranças

*SÁBADO , 18*

Com infomações do PDT

Pré-candidato de Bolsonaro ao Governo do Piauí visita Parnaíba e região

0

Fábio Sérvio, pré-candidato de Bolsonaro a governador do Piauí, esteve na região de Parnaíba no início dessa semana. Segundo Sérvio, sua missão é renovar a política piauiense abrindo as portas para uma nova geração de políticos. “Bolsonaro é o líder nas pesquisas para presidente da República. Ele nos convocou para uma missão, de renovar a política, de defender valores abandonados pela classe política que envelheceu. Estou junto com Bolsonaro e o povo piauiense tem demonstrado que está conosco nessa caminhada”.

Questionado sobre nunca ter sido político e ser um nome desconhecido, Fábio Sérvio diz não estar preocupado com isso. “O Piauí cansou de ver os mesmos políticos de sempre. Precisamos de alternativas, de novas ideias, de novos nomes. Precisamos de posicionamento firme, de ética, de coragem. Mas precisamos, acima de tudo, nos unirmos para derrotar essa velha política. Nós somos a verdadeira renovação.”, disse o pré-candidato a Governador.

“Em 2016, Mão Santa derrotou o PT na Parnaíba com muita coragem e certeza. Numa campanha franciscana, sem vereadores, sem recursos, tinha apenas dois partidos ao seu lado. Contra ele haviam 10 deputados federais, mais de 15 deputados estaduais, o governador petista e a máquina da Prefeitura. Mão Santa demonstrou por várias vezes que é possível vencer com simplicidade. Esse é o nosso exemplo. Caminhar com o povo. O povo é que é grande”, concluiu.

Sérvio esteve na redação do Portal do Catita na manhã desta terça-feira(12/06) acompanhado dos pré-candidatos a deputado federal Cleiton Popular e Nielsen Moura, além de assessores.

Com informações do Portal do Catita

Frecheirinha, Santana do Cariri, Tianguá e Umari terão novas eleições neste domingo 03/06

0

Amanhã 3 de junho, as cidades de Frecheirinha, Santana do Cariri, Tianguá e Umari voltarão às urnas para eleger o prefeito e o vice-prefeito em eleições suplementares de 2016.

As disputam pelos cargos de prefeito e vice-prefeito, respectivamente,serão pela ordem dos números dos candidatos e coligações:

Frecheirinha:

Silvia Lucia Sousa Aguiar Araujo e Claudio Fernandes Aguiar (Coligação “Frecheirinha não Pode Parar”)
Helton Luis Aguiar Junior e Francisco Mesquita Portela (Coligação “Justiça e Paz”);

Santana do Cariri:

Vicente Brilhante e Mauricio Matos (Coligação “Juntos Abraçamos Santana; Não Podemos Parar”)
Pedro Henrique Correia Lopes e Maristela Sampaio (Coligação “Unidos pelo Povo”);

Tianguá:

José Jaydson Saraiva De Aguiar e Mardes Ramos de Oliveira (Coligação “Gente em primeiro lugar”)
José Cardoso Terceiro e João Antonio Bevilaqua Alves (Partido Ecológico Nacional)
Luiz Menezes de Lima e Aroldo Cardoso Portela (Coligação “O Trabalho vai continuar”);

Umari:

Ana Paula Araujo Viana Alencar e Francisco Bruno de Freitas Barros (Coligação “Determinação e compromisso com o Povo”)
Mirineide Pinheiro Moura e Alex Sandro Rufino Ferreira (Coligação “Umari, Juntos Para Servir”)

Informações importantes

Município   Orçamento    Eleitores Locais de Votação Seções com urna Mesários Telefone do Cartório Eleitoral
Tianguá R$ 62.516,35 50.033 69 181 724 (88) 3671-1401
Umari R$ 21.476,95 6.287 11 25 100 (88) 3561-1411
Santana do Cariri R$ 31.646,25 12.178 21 46 184 (88) 3546-1438
Frecheirinha R$ 35.044,80 11.071 10 41 164 (88) 3671-1401

Com informações do TRE/CE e TSE

Candidatos poderão utilizar recursos próprios nas eleições 2018

O TSE autorizou que futuros candidatos das eleições 2018 poderão utilizar recursos próprios para financiamento de campanha eleitorais.
O TSE autorizou que futuros candidatos das eleições 2018 poderão utilizar recursos próprios para financiamento de campanha eleitorais.

O TSE autorizou que futuros candidatos das eleições 2018 poderão utilizar recursos próprios para financiamento de campanha eleitorais. De acordo com o texto, publicado no dia 2 no Diário da Justiça Eletrônico, além dos recursos partidários e doações de pessoas físicas, os candidatos poderão usar recursos próprios em suas campanhas, o chamado autofinanciamento.

“O candidato poderá usar recursos próprios em sua campanha até o limite de gastos estabelecido para o cargo ao qual concorre”, diz o texto da Resolução 23.553, cujo relator foi o ministro Luiz Fux, que desde o dia 6 ocupa a presidência do TSE.

Haverá limite de gastos com as campanhas. De acordo com a resolução, no caso da disputa pela Presidência da República, o valor máximo com gastos de campanha será de R$ 70 milhões. Nas eleições para o cargo de governador, os valores vão de R$ 2,8 milhões a R$ 21 milhões, conforme o número de eleitores do estado. Para a disputa a uma vaga no Senado, os limites variam de R$ 2,5 milhões a R$ 5,6 milhões, conforme o número de eleitores do estado. Para deputado federal, o limite é de R$ 2,5 milhões e de R$ 1 milhão para as eleições de deputado estadual ou distrital.

As doações, entretanto, ficam limitadas a 10% dos rendimentos brutos auferidos pelo doador no ano anterior à eleição. Os bens próprios do candidato também poderão ser objeto de doação. Mas somente podem ser utilizados na campanha eleitoral quando demonstrado “que já integravam seu patrimônio em período anterior ao pedido de registro da respectiva candidatura”.

A resolução diz ainda que, além da doação ou cessão temporária de bens e serviços, as doações poderão ocorrer inclusive por meio da internet. No caso das doações bancárias, deverá constar o CPF do doador. Já “as doações financeiras de valor igual ou superior a R$ 1.064,10 só poderão ser realizadas mediante transferência eletrônica entre as contas bancárias do doador e do beneficiário da doação.”

A resolução regulamenta também outra novidade, a possibilidade de financiamento coletivo da campanha por meio de plataformas na internet. Para tanto, a plataforma deverá ter cadastro prévio na Justiça Eleitoral. Serão exigidos, ainda, o recibo da transação, identificação obrigatória, com o nome completo e o CPF do doador; o valor das quantias doadas individualmente, forma de pagamento e as datas das respectivas doações.

Essas informações deverão ser disponibilizadas na internet, devendo ser atualizada instantaneamente a cada nova doação. Os dados deverão ser enviados imediatamente à Justiça Eleitoral.

A polêmica em torno do autofinanciamento começou em dezembro do ano passado, quando o Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Michel Temer que liberava o autofinanciamento sem restrição nas campanhas. Na ocasião, os parlamentares entenderam que isto poderia favorecer os candidatos com maior poder aquisitivo.

Contudo, a derrubada ocorreu a menos de um ano da eleição, o que poderia ensejar insegurança e disputa jurídica. Com isso, coube ao TSE editar norma com as regras. Pelo calendário eleitoral de 2018, o tribunal tem até 5 de março para confirmar todas as normas para o pleito deste ano.

Editado por Márcio Almeida
Com informações da Agência Brasil

Maura Jorge reafirma que é pré-candidata ao Governo do Maranhão

0

Nesta terça-feira (5), Maura Jorge conversou com o blog do Carlinhos e reiterou que é pré-candidata ao governadora do Maranhão. Durante a entrevista, Maura Jorge mostrou segurança, disse que está preparada para assumir o governo do estado; que ao longo de sua carreira política conquistou experiência e sensibilidade para conduzir o Estado; excluiu de vez o boato que ela é um “laranja” e, acredita que essas pesquisas de opinião, ‘ora Flávio Dino a frente, ora Roseana’, são tendenciosas.

“Precisamos de governantes que tenham a visão de estado como um instrumento de mudança na vida das pessoas e não como propriedade sua. Que tenha um planejamento de ação com políticas públicas sérias e eficazes. Um governo que trace metas para o desenvolvimento do nosso estado que é tão rico em suas potencialidades, porém o que vemos acontecer são metas simplesmente para permanência no poder e a falta de sensibilidade de um governo que aumenta impostos de forma abusiva, assim massacrando o nosso povo e impedindo o estado de crescer “, disse ela.

Leia a entrevista completa em http://www.carlinhosfilho.com.br/2017/12/em-entrevista-para-o-blog-do-carlinhos.html

PSOL Ceará se fortalece em seu VI Congresso

O Sindicato dos Comerciários em Fortaleza recebeu neste final de semana o VI Congresso Estadual do PSOL Ceará. Quase 200 delegadas e delegados eleitas/os em mais de 50 municípios do Estado aprovaram resoluções sobre a conjuntura local e estadual, questões relacionadas ao feminismo, ao ecossocialismo, a luta da negritude, da juventude e das LGBT’s, bem como o funcionamento interno de nosso partido.

O Congresso Estadual também aprovou a pré-candidatura do companheiro Ailton Lopes ao Governo do Estado e um processo de construção de um programa que enfrente as elites que estão com Tasso e Camilo.

Ainda, foram eleitas/os delegados ao VI Congresso Nacional do PSOL e a direção que conduzirá o partido pelos próximos dois anos.

AQUI NINGUÉM SE RENDE!

Assessoria PSOL

TRE alerta os eleitores dos municípios que finalizarão a biometria no dia 31/10

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará alerta os eleitores, cujos municípios encerrarão as revisões no próximo dia 31/10, para que procurem os postos de atendimento e evitem o cancelamento dos títulos. São eles: Cascavel (56.782 eleitores), Pindoretama (18.254 eleitores), Russas (55.778 eleitores), Palhano (8.532 eleitores), São Gonçalo do Amarante (43.569 eleitores), Santa Quitéria (35.365 eleitores), Catunda (8.807 eleitores), Hidrolândia (16.674 eleitores), Guaraciaba do Norte (33.758 eleitores), Croatá (15.481 eleitores), Jaguaruana (28.244 eleitores) e Itaiçaba (6.918 eleitores).

De acordo com a coordenadora de administração do cadastro eleitoral, Lorena Belo, mesmo sendo a última semana de revisão, ainda há muitos eleitores que não realizaram a biometria. “Dentre esses municípios, o que mais preocupa o TRE é São Gonçalo do Amarante que já teve o período de revisão prorrogado uma vez e ainda não alcançou percentual de 70% do eleitorado revisado”, disse.

Documentação

Os eleitores precisam dos seguintes documentos para tirar o título e realizar a coleta dos dados biométricos:

– RG ou qualquer outro documento que comprove a nacionalidade brasileira (Ex: Carteira de Trabalho ou carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal);

– certificado de quitação com o serviço militar, para os brasileiros do sexo masculino, com idade entre 18 a 45 anos que for tirar o título pela primeira vez;

– comprovante de residência.

Impedimentos

Quem não fizer o recadastramento terá o título cancelado. E são muitos os prejuízos para os eleitores em débito com a Justiça Eleitoral. Além de não poder votar nas próximas eleições, ficam impedidos de:

– Requerer passaporte ou carteira de identidade;

– Receber salário e benefícios sociais de entidades públicas ou assistidas pelo governo;

– Fazer parte de concorrência pública ou administrativa em qualquer instituição da União, dos estados, dos municípios ou do Distrito Federal;

– Solicitar empréstimos em qualquer banco ou estabelecimento de crédito subsidiado pelo governo;

– Inscrever-se em concursos públicos ou tomar posse de cargos públicos;

– Renovar matrícula em qualquer instituição de ensino pública ou fiscalizada pelo governo;

– Requerer qualquer documento que necessite da quitação eleitoral.

TRE CE

Justiça Eleitoral inauguram novos portais para acilitar o acesso à informação


A partir desta semana, os portais da Justiça Eleitoral na Internet já contam com um novo leiaute, desenvolvido para facilitar a navegação e o acesso às informações buscadas por cidadãos, eleitores, advogados, magistrados e jornalistas. As mudanças foram feitas segundo as principais técnicas de criação de websites, levando-se em conta experiência do usuário, usabilidade, arquitetura da informação, acessibilidade e escrita web.

Desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em parceria com os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), a solução para os novos portais conta com diversas inovações. Uma delas reúne os serviços mais acessados numa área visível e de fácil acesso na página. Isso poupa o tempo do usuário e facilita o acesso à informação. Da mesma maneira, a página foi pensada para ter uma navegabilidade mais intuitiva, também visando melhorar a experiência do usuário que poderá, ainda, avaliar a navegabilidade da página.

Nos estudos realizados para a concepção do novo leiaute, foi constatado que mais de 62% dos acessos é feito no menu “Eleitor”. Por essa razão, os serviços ao eleitor passam a ter um destaque especial na organização da página. Além disso, as últimas edições do Diário da Justiça Eletrônico (DJe) agora também ficam disponíveis já na página inicial, o que facilita a experiência das pessoas que acompanham o andamento de processos que tramitam na Justiça Eleitoral.

A seção de notícias conta com mais recursos, que facilitam a experiência de jornalistas e dos cidadãos que procuram os textos produzidos pela comunicação do TSE. As páginas da Justiça Eleitoral nas redes sociais como YouTube, Flickr, Twitter e Facebook agora podem ser visualizadas e estão acessíveis mais facilmente a partir da página de notícias. Os usuários também podem compartilhar o seu conteúdo nas suas redes sociais.

Alterações

As alterações nos serviços de Internet foram desenvolvidas por uma comissão, criada por meio da Portaria TSE nº 158/2017. Os integrantes estudaram as normas para realizar as mudanças com base nas principais técnicas de criação de sites antes de desenvolverem o projeto.

RG/RC/DM

Justiça Eleitoral estreia novo formato em seus portais de Internet

A partir da próxima semana, os portais da Justiça Eleitoral terão novo formato, moderno e de fácil navegação para proporcionar mais facilidades aos usuários.

O novo modelo foi desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em parceria com os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), que utilizam a mesma plataforma política e tecnológica e apresentaram suas sugestões em pesquisa e em reunião com assessores de comunicação.

As alterações nos serviços de Internet foram desenvolvidas por uma comissão, criada por meio da Portaria TSE nº 158/2017. Os integrantes estudaram as normas para realizar as mudanças com base nas principais técnicas de criação de sites, levando em consideração a experiência do usuário, a usabilidade, a arquitetura da informação, a acessibilidade e a escrita web.

“Fizemos um mega levantamento de todos os arquivos e conteúdos do Portal do TSE e vamos fazer uma remodelagem grande. Fizemos pesquisas ao longo de um ano sobre os serviços mais utilizados e também estatísticas de acesso. Com base nisso, reposicionaremos os mais acessados e excluiremos aqueles menos acessados”, afirmou Washington Oliveira, chefe da SGWEB, área da Secretaria de Gestão da Informação responsável pela gestão do projeto.

O levantamento mostrou que o conteúdo mais buscado é o de ‘serviços ao eleitor’. O novo box da página inicial é responsável por 45% dos acessos dos cerca de oito milhões por mês do portal. Além da SGWEB, outras três seções estão envolvidas no desenvolvimento do novo portal:

– Seprov (Seção de Editoração e Programação Visual), responsável pelo leiaute;

– Sedesc 4 (Seção de Desenvolvimento de Soluções Corporativas), responsável pelo desenvolvimento e aplicação de funcionalidades e leiautes; e

– Sesop (Seção de Suporte Operacional), responsável pela infraestrutura.

Entre as principais melhorias do novo portal, estão as seguintes: adoção da funcionalidade “Mais acessados”;

adoção de ferramenta que permite ao usuário avaliar a navegabilidade do site; alteração de alguns rótulos do menu principal a fim de tornar a navegação mais intuitiva; criação de capas de menu (interfaces customizadas para cada item do menu principal); destaque aos serviços ao eleitor, por serem os itens com maior quantidade de acessos; disponibilização das últimas edições do DJe (Diário da Justiça eletrônico) já na página inicial; inclusão de novos recursos nas páginas de notícias, em especial a integração com as mídias sociais; modernização do leiaute; possibilidade de compartilhamento dos conteúdos das páginas via redes sociais; redução do número de cliques necessários para que o usuário obtenha as informações mais buscadas; e uso de nova tecnologia para codificação.

A previsão é que o novo portal entre no ar a partir do próximo domingo (29).

TSE

Últimas